Harriet Ann Jacobs: feminismo e literatura

Alessandra Ramos de Oliveira Harden, Luciene do Rêgo da Silva

Resumo


Este artigo concentra-se na apresentação de Incidents in the Life of Slave Girl (1861), de Harriet Ann Jacobs, com base na noção de autobiografia proposta por Philippe Lejeune (2008). Propõe-se um entrecruzamento desse gênero com as teorias feministas, com ênfase no feminismo negro, devido à relevância da obra para a Literatura negra e feminista, bem como para o Movimento Feminista e os Movimentos Negros do Brasil. Tendo em vista que se trata de escrita autobiográfica, com o relato de uma mulher em situação de escravidão nos Estados Unidos do século XIX, defende-se que a leitura de Incidents nos ajuda a compreender a importância da voz da mulher negra escravizada no Brasil, diante da escassez de registros acerca de obras literárias escritas por pessoas nessa situação.

Palavras-chave


Harriet Ann Jacobs; Mulher negra escravizada; Feminismo negro; Autobiografia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i43.1062

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Luciene do Rêgo da Silva

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.