Correspondências euro-americanas: Poe, Baudelaire, Valéry, Wilson e a construção do simbolismo

Autores

  • Anelito Pereira de Oliveira Unimontes - Universidade Estadual de Montes Claros

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v1i43.1064

Palavras-chave:

Simbolismo, Edgar Allan Poe, Charles Baudelaire

Resumo

Este artigo revisita um dos temas complexos da história literária ocidental, que é a construção da poética simbolista no século XIX, passo decisivo na instauração da modernidade. Detém-se, para tanto, na relação entre Edgar Alan Poe e Charles Baudelaire, responsável, com traduções pioneiras, pela apresentação do autor estadunidense ao mundo letrado francês. A abordagem é estimulada pela interpretação que Paul Valéry faz da relação entre os dois autores, bem como pela interpretação que Edmund Wilson apresenta do quadro literário romântico anglo-saxão. O Simbolismo, à luz das reflexões desses autores, seria resultante de uma ação supra-nacional, de uma política de poetas, que teve como fim superar limitações sociais e cultuais de países específicos, de estados-nação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Anelito Pereira de Oliveira, Unimontes - Universidade Estadual de Montes Claros

Anelito Pereira de Oliveira: Doutro em Literatura Brasileira (2006) pela Universidade de São Paulo. Mestre em Literatura Brasileira (1998) pela Universidade Federal de Minas Gerais. Graduado em Letras (1995) pela mesma universidade. São Paulo, São Paulo, Brasil. E-mail: anelitodeoliveira@globomail.com

Downloads

Publicado

2017-02-03

Como Citar

de Oliveira, A. P. (2017). Correspondências euro-americanas: Poe, Baudelaire, Valéry, Wilson e a construção do simbolismo. Revista Da Anpoll, 1(43), 167–174. https://doi.org/10.18309/anp.v1i43.1064

Edição

Seção

SEÇÃO LITERATURA