Formas de tratamento no limiar do século XX: uma análise sociopragmática

Marinalda Freitas Valentim, Mariana Fagundes de Oliveira Lacerda, Zenaide de Oliveira Novais Carneiro

Resumo


A partir de uma perspectiva sociopragmática, esta pesquisa analisa o uso das formas tratamentais na posição de sujeito pleno, nas Cartas para Severino Vieira – Governador da Bahia (1901-1902). Dessa forma, busca-se observar a distribuição das estratégias de tratamento conforme a situação comunicativa que se estabelece entre remetente e destinatário, de acordo com a teoria do Poder e Solidariedade (BROWN; GILMAN, 1960) e a Teoria da Polidez (BROWN; LEVINSON, 1989). A análise dos dados também leva em conta os pressupostos teóricos da sociolinguística laboviana (WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968), no sentido de identificar os fatores que condicionam o uso alternado dos pronomes de tratamento na amostra em análise. Os resultados apontam uma predominância da forma nominal Vossa Excelência, estabelecendo assim, na sua maioria, uma relação entre os interactantes assimétrica ascendente.

Palavras-chave


Pronomes de tratamento; Cartas pessoais do século XX; Português Brasileiro

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i45.1134

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Marinalda Freitas Valentim, Mariana Fagundes de Oliveira Lacerda, Zenaide de Oliveira Novais Carneiro

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.