A Crítica do Progresso e do Trabalho Precário em La Vita Agra, de Luciano Bianciardi

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v1i51.1337

Palavras-chave:

Luciano Bianciardi, Progresso, Trabalho Precário

Resumo

La vita agra, romance de forte caráter autobiográfico de Luciano Bianciardi,
publicado pela Rizzoli em 1962, pode ser caracterizado como uma crítica contundente ao
milagre econômico italiano, a bem-sucedida recuperação do pós-guerra em curso nos anos
Cinquenta e Sessenta na Itália. O narrador, que se muda para Milão com a missão terrorista de
vingar quarenta e três trabalhadores mortos em uma mina de carvão e acaba se tornando um
tradutor, tem muito a dizer sobre o mundo do trabalho, o consumo e as relações pessoais
numa grande cidade. Este texto se propõe a alinhar o romance à crítica do progresso, em
particular, a Walter Benjamin, e a evidenciar sua análise precursora da precarização do
trabalho nas últimas décadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Maria Chiarini, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais,

É professora de língua e literatura italiana da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais. Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1985), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (1992) e doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002). Entre agosto de 2008 e fevereiro de 2009, realizou pesquisa de pós-doutorado junto ao Department of Romance Languages and Literatures da Harvard University. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, tendo atuado principalmente nos seguintes temas: ensino e aprendizagem de língua italiana, representações das línguas estrangeiras e identidades e ensino de línguas. Desde 2006, vem se dedicando aos estudos literários e aos temas das migrações e do trânsito, com foco na literatura contemporânea, bem como à prática e aos estudos da tradução.

Downloads

Publicado

2019-12-30

Como Citar

Chiarini, A. M. (2019). A Crítica do Progresso e do Trabalho Precário em La Vita Agra, de Luciano Bianciardi. Revista Da Anpoll, 1(50), 101–109. https://doi.org/10.18309/anp.v1i51.1337

Edição

Seção

Estudos Literários 2019