ESPAÇOS PÚBLICOS EMBLEMÁTICOS NA FICÇÃO QUEIROSIANA

Rosane Gazolla Alves Feitosa

Resumo


RESUMO: Por meio de alguns espaços emblemáticos na cidade de Lisboa, Eça de Queirós consegue mostrar, em sua ficção, aspectos intervencionistas dos intelectuais da Geração de 70, em que a personagem obsedante, Portugal, é problematizada emseus aspectos sociopolítico-culturais, sob o tema do constitucionalismo, do regime regenerador e sob a perspectiva das relações temporais e espaciais.

PALAVRAS-CHAVE: Eça de Queirós, espaço literário, espaço público, Geração de 70, literatura portuguesa.

ABSTRACT: Through some emblematic spaces in the city of Lisbon, Eça de Queirós demonstrates in his fiction some points of intervention in the Seventies’ generation of Portuguese intellectuals, in which the persistent character, Portugal, is problematized with respect to its social, political and cultural aspects, with the theme of constitutionalism, regenerating principles, and through the perspective of temporal and spatial relations.

KEYWORDS: Eça de Queirós, literary setting; public setting; 70th portuguese Generation; portuguese literature

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i26.139

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.