AUTORIA, DERIVA E CONTINGENTE: INTERSECÇÕES ENTRE A ANÁLISE LINGUÍSTICA E A LITERÁRIA

Diana Junkes Martha Toneto

Resumo


A tentativa de compreensão da obsessão do escritor moderno para conter a deriva dos sentidos e garantir a “originalidade” de sua obra, instigou caminhos de pesquisa em que Análise do Discurso Francesa e a psicanálise cruzam as fronteiras dos estudos literários. Neste artigo procura-se, a partir da discussão da manifestação do contingente na literatura, mostrar como é produtiva, para as análises literária e linguística, a incorporação de perspectivas teóricas que possibilitem profícuos giros interpretativos que as façam convergir.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i28.159

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.