Letramentos Acadêmicos no Ensino Superior Público Paranaense

oportunidades e lacunas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18309/ranpoll.v53i1.1680

Palavras-chave:

Letramentos Acadêmicos, Gênero textual, Língua Inglesa, Escrita acadêmica, Línguas Adicionais

Resumo

Os estudos em letramentos acadêmicos surgem da necessidade de ampliar e/ou investigar as oportunidades de engajamento e agência dos alunos na academia. A universidade é um ambiente educacional, que exige que os alunos lidem com uma gama diversificada de situações sociais envolvendo gêneros como artigos de pesquisa, projetos de leitura, apresentações orais, entre outros, e seus papéis sociais implicados. Com base no modelo de letramentos acadêmicos de Lea e Street (1998), analisamos as perspectivas de ações que uma universidade pública do estado do Paraná tem (ou não) proporcionado para facilitar o desenvolvimento e a inclusão de seus alunos na produção e compreensão de gêneros acadêmicos, com foco nas oportunidades de interação com textos em português (língua materna), inglês, espanhol e/ou francês. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário online e um grupo focal com alunos do 4º ano do curso de Formação de Professores de Língua Inglesa. Os resultados mostram deficiências consideráveis ​​e necessidades de melhoria, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento do letramento acadêmico em idiomas adicionais e a necessidade de mais oportunidades para suprir as demandas apresentadas neste estudo a partir dos dados analisados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Bruno Silva Sanches, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Paraná, Brasil

Graduado em Língua Inglesa (UEL).

Vera Lúcia Lopes Cristovão, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Paraná, Brasil

Doutora em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC/SP).

Referências

ALMEIDA F. S; FIGUEIREDO, G. J. S. Letramento no ensino superior: uma reflexão acerca do letramento na formação docente. Anais do SILEL, v. 3, n. 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.

ALMEIA, F. V. A. et al. Letramentos Acadêmico-Científicos: o ensino da escrita na Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Preprint.

BELOTI, A; Menegassi, R. J. Understanding Writing as a process in PIBID’s teacher training. Raído, v. 12, n. 27, 2017.

BESSA, J. C. R. Sobre condições de autoria e de produção científica do jovem pesquisador. Raído, v. 12, n. 27, 2017.

CARRARA, S. As ciências humanas e sociais entre múltiplas epidemias. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 30, n. 02, e300201, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300201.

CRISTOVÃO, V. L. L.; VIGNOLI, J. S. Ações de Didatização de Gêneros em prol de Letramentos Acadêmicos: práticas e demandas. Horizontes, v. 38, n. 1, e020012, 2020. DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v38i1.869

CRYSTAL, D. English as a global language. 2. ed. Cambridge: Cambridge University Press, 2003.

EF EPI. English Proficiency Index, 2020. Available at https://www.ef.com/__/~/media/centralefcom/epi/downloads/full-reports/v10/ef-epi-2020-english.pdf. Access on 29 nov. 2020.

FARAH, B. F; SILVA, W. R. Teachers from Basic schools represented in the students writing of language training teachers. Raído, v. 12, n. 27, 2017.

FERREIRA, M. M; LOUSADA, E. G. Ações do Laboratório de Letramentos Acadêmicos da Universidade de São Paulo: Promovendo a Escrita acadêmica na graduação e pós-graduação. Ilha do Desterro, v. 69, n. 3, p. 125-140, 2016.

FERREIRA, E. C. A; ARAÚJO, D. L.; The development of writing skills in higher education: A glance at graduating students in Linguistics. Raído, v. 12, n. 27, 2017

FIAD, R. S. A escrita na universiade. UNICAMP; Abralin. 2011.

FIRPO, P. F; DORNELLES, C. Student’s Protagonism in processes of Constructing Academic Literacies. Revista da Anpoll, v. 1, n. 49, p. 67-79, 2019.

HYLAND, K. Researching Writing. In: PALTRIDGE, B.; PHAKITI, A. (Orgs.) Continuum Companion to Research Methods in Applied Linguistics. London: Continuum International Publishing Group, 2010. p. 191-204.

KOMESU, F.; ASSIS, J. A. (Orgs.) Ensaios sobre a escrita acadêmica. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2019. 139 p.

LEA, M. R.; STREET, B. Student writing in higher education: an academic literacies approach. Studies in Higher Education, v. 23, n. 2, 157-172, 1998.

LEA, M. R.; STREET, B. The Academic literacies model: Theory and Applications. Theory into Practice, v. 45, 2006.

NYUMBA et al. The use of focus group discussion methodology: Insights from two decades of application in conservation. Methods in Ecology and Evolution. British Ecological Society. 2018.

OLIVEIRA, H. A. G; ARAÚJO, D. L. de. The writing in undergraduate in modern languages: challenges and representations. Raído, v. 12, n. 27, 2017.

PRIOR, P. A. Writing/Disciplinarity: A Sociohistoric Account of Literate Activity in the Academy. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum Associates, 1998.

STEPHANI, A.D.; ALVES, T. C. A escrita na universidade: os desafios da aquisição dos gêneros acadêmicos. Raído, v. 11, n. 27, 2017.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

Silva Sanches, . B. ., & Lopes Cristovão, V. L. (2022). Letramentos Acadêmicos no Ensino Superior Público Paranaense: oportunidades e lacunas. Revista Da Anpoll, 53(1), 236–252. https://doi.org/10.18309/ranpoll.v53i1.1680

Edição

Seção

Estudos Linguísticos (2022)