A polissemia dos ordinais, do latim ao português: a pernianência de um fenômeno linguísticoo

Autores

  • Zélia de Almeida Cardoso

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v1i3.266

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

1997-12-15

Como Citar

Cardoso, Z. de A. (1997). A polissemia dos ordinais, do latim ao português: a pernianência de um fenômeno linguísticoo. Revista Da Anpoll, 1(3). https://doi.org/10.18309/anp.v1i3.266