PARALELISMO ENTRE DP E CP A PARTIR DAS NOMINALIZAÇÕES NA LÍNGUA TENETEHÁRA1

Quesler Fagundes Camargos, Ricardo Campos Castro

Resumo


Neste artigo, pretendemos investigar as nominalizações na língua Tenetehára (família Tupí-Guaraní) a fim de demonstrar que o DP e o CP contêm os núcleos funcionais To e Aspo, os quais são responsáveis pela codificação do tempo e do aspecto das sentenças nominais e verbais. A partir das ideias essenciais da proposta de Chomsky (2001, 2002), nossa hipótese é que os morfemas de tempo que aparecem em DPs e em CPs podem ser tratados como uma instanciação morfológica do núcleo funcional To. Essa morfologia serve como evidência de que ocorre atribuição de Caso estrutural para os possuidores e para os argumentos internos, ambos dentro do DP e do CP, respectivamente

Palavras-chave


Tempo. Atribuição de caso. Nominalização. Língua Tenetehára. Tupí-Guaraní

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i34.675

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.