"ESCREVE QUEM SABE E ASSINA QUEM PODE": PRODUÇÃO E CIRCULAÇÃO DE MANUSCRITOS NO BRASIL COLONIAL

Phablo Roberto Marchis Fachin

Resumo


Neste artigo, apresentam-se os resultados iniciais de trabalho que vem sendo realizado por meio de projeto de pesquisa intitulado Produção e Circulação de Manuscritos no Período Colonial Brasileiro: Contribuições para a História da Língua Portuguesa. Tem o objetivo de buscar dados que permitam maior segurança na utilização de documentação manuscrita em circulação pública, de modo a propiciar conjunto confiável e consistente para descrever a escrita em língua portuguesa no Brasil setecentista. O corpus se limita à documentação relacionada ao Governador e Capitão General da capitania de São Paulo, Rodrigo Cesar de Menezes, cobrindo o período de 1721 a 1728.

 


Palavras-chave


Filologia Portuguesa; Produção e Circulação de Manuscritos; Administração Colonial; Rodrigo Cesar de Menezes

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i37.781

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.