Estudos da Tradução e Estudos de Diáspora Negra: um itinerário brasileiro

Dennys Silva-Reis, Cibele de Guadalupe Sousa Araújo

Resumo


Os estudos da Diáspora estão cada vez mais intensos no meio acadêmico brasileiro com abordagens singulares tanto nos domínios das ciências sociais quanto das ciências humanas. No que tange aos Estudos de Tradução, um movimento tímido, mas bem representativo tem surgido nos últimos anos de maneira ainda dispersa e sem uma característica unitária e reguladora. Logo, o presente artigo aborda as complexas relações entre os Estudos da Tradução e os Estudos da Diáspora Negra, propondo um itinerário brasileiro de princípios teóricos para se pensar a tradução de textos diaspóricos negros. Com esse objetivo se retoma a atualidade da questão etino-social negra no Brasil e como esta se dá no ato da tradução; defende-se a importância tanto de tradutores engajados ou não, brancos ou negros na internacionalização de textos de interesse das populações negras brasileiras; e argumenta-se a importância e a delimitação do campo Tradução e Diásporas Negras para a área Estudos da Tradução.

Palavras-chave


Estudos da Tradução; Diásporas Negras, Textualidades Negras; Estudos da Diáspora, População Negra

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i44.1144

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 Dennys Silva-Reis, Cibele de Guadalupe Sousa Araújo

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.