Poesia e política: o espaço público brasileiro nas jornadas de junho de 2013

Frederico Fernandes

Resumo


As Jornadas de Junho de 2013 caracterizam-se, sobretudo, pela impossibilidade de construção de uma “unidade” nas ruas. O principal problema é devido à crise linguística. As manifestações individuais criaram textos que revelam uma sobreposição entre práxis e poíesis e possuem conexões particulares com a literatura. A partir de filósofos como Debord, Agamben e Virno, este artigo tratou das Jornadas enfocando o papel da poesia no espaço público.

 


Creative Commons License 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License


Palavras-chave


Poesia; Práxis; Espaço público; Jornadas de Junho

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i38.851

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2015 Revista Anpoll

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.