Cultura e organizações: a atividade de trabalho em editoriais de jornal de empresa

Gislene Haubrich, Ernani Cesar de Freitas

Resumo


O trabalho ordena as sociedades perante a ação humana. Com base nesse pressuposto, o artigo tem como objetivo analisar a imbricação da cultura à cultura organizacional mediante o ato de linguagem manifesto em editoriais de jornal da empresa Hera. A partir da noção de cultura na contemporaneidade, com enfoque ao mundo do trabalho (HALL, 2003; ANTUNES, 2009), busca-se estabelecer um diálogo com o entendimento da cultura organizacional perante os saberes (SCHWARTZ; DURRIVE, 2007), os elementos ideológicos (MORGAN, 2011) e os mecanismos de conduta (GEERTZ, 2008). A análise, denominada teórico-ergo-discursiva, está ancorada na teoria semiolinguística (CHARAUDEAU, 2010, 2012). A evidência principal do estudo está na urgência das relações sociais no trabalho, visto que mesmo diante da força dos processos simbólicos que transformam a relação sujeito-atividade, ainda é preponderante a intencionalidade objetiva, prescritiva e mercantilizada da cultura. Nesse sentido, repensar as práticas organizacionais manifestas pelo discurso, no vínculo linguagem e trabalho, implica atribuir à cultura e à atividade laboral a dimensão simbólica que os institui. 

 


Creative Commons License 
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Palavras-chave


Cultura; Cultura Organizacional; Editoriais; Discurso; Trabalho

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i39.908

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2016 Revista Anpoll

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.