PAISAGEM LINGUÍSTICA EM UM CONTEXTO SUÁBIO-BRASILEIRO: MOBILIDADE E REPRESENTAÇÃO DE UMA COMUNIDADE “GERMÂNICA”

Autores

  • Adriana Dalla Vecchia Universidade Estadual de Maringá
  • Neiva Maria Jung Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v1i40.1021

Palavras-chave:

Paisagem linguística, Superdiversidade, Mobilidade, Representação identitária, Linguistic Landscape, Superdiversity, Mobility, Identity representation

Resumo

 Este artigo visa descrever a paisagem linguística de um contexto plurilíngue Schwowisch/Hochdeutsch/Português no interior do Paraná, procurando compreender os significados sociais desses usos da linguagem na comunidade. Discutimos conceitos como superdiversidade (VERTOVEC, 2007; BLOMMAERT; RAMPTON, 2011; MOITA-LOPES, 2013) e paisagem linguística (BLOMMAERT, 2013; SHOHAMY, 2012) para analisar dados da comunidade, como outdoors, placas indicativas e monumentais. Esses dados mostram materializações linguísticas do Hochdeutsch ao lado do português em textos presentes na paisagem linguística local, contribuindo para a construção de uma identidade de suábios brasileiros com origem germânica. Legitimar as versões padronizadas dessas línguas aponta para objetivos econômicos e de mobilidade desse grupo que busca manter laços econômicos e de irmandade com a Alemanha.

 


Creative Commons License 
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2016-06-28

Como Citar

Vecchia, A. D., & Jung, N. M. (2016). PAISAGEM LINGUÍSTICA EM UM CONTEXTO SUÁBIO-BRASILEIRO: MOBILIDADE E REPRESENTAÇÃO DE UMA COMUNIDADE “GERMÂNICA”. Revista Da Anpoll, 1(40), 115–128. https://doi.org/10.18309/anp.v1i40.1021

Edição

Seção

II. ON MOBILITY AND GLOBALIZATION