Do Letramento Escolar ao Letramento Profissional: Uma Relação a Construir

Elisabeth Bautier, Maíra de Araujo Mamede

Resumo


O artigo propõe as bases de uma relação entre desigualdades no acesso aos usos escolares das potencialidades da escrita pelos alunos e a maior ou menor familiaridade dos professores com esses usos nas suas práticas profissionais. Em um primeiro momento, apresentamos nosso trabalho sobre as modalidades pedagógicas implementadas pelos professores, os suportes de ensino utilizados e os obstáculos encontrados pelos alunos em função de sua familiaridade com as práticas de linguagem próprias do letramento amplo. Isso nos leva a pensar em desigualdades educacionais em função dos usos da escrita construídos nas salas de aula. Para terminar, definimos o que seria um “letramento profissional” dos professores: um conjunto de conhecimentos e competências, condição para a implementação da democratização do acesso ao letramento amplo para todos os alunos.


Palavras-chave


Letramento; Desigualdade Escolar; Práticas Docentes; Práticas de Linguagem. Democratização Escolar

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i49.1303

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Elisabeth Bautier, Maíra de Araujo Mamede

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.