Metáfora, Contexto e Incorporação na Retórica Neopentecostal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18309/anp.v51i1.1371

Palavras-chave:

Metáfora, Contexto, Retórica, Igrejas Pentecostais

Resumo

Segundo Hunt (2000), as igrejas neopentecostais têm como característica central a capacidade de adaptação a contextos espaço-temporais variados. Isto posto, neste artigo trabalhamos com a hipótese de que transformações ocorridas no contexto sociopolítico nacional ao longo de uma década afeta a produção textual-interativa presente em sermões neopentecostais. O foco de nossa atenção está no emprego de metáforas, fundamentais ao sucesso da retórica neopentecostal (MARTINS, 2011; 2015, 2017). Para alcançar os resultados, analisamos a relação entre a conceptualização metafórica da categoria INVESTIMENTO e a incorporação (HANKS, 2008) de mudanças no habitus (BOURDIEU, 1996) do público-alvo em dois cultos, um ministrado no ano de 2007 e outro no ano de 2017. Os resultados apontam que, em 2007, a categoria INVESTIMENTO é conceptualizada em termos determinísticos de um percurso. Já em 2017, o locutor conceituou INVESTIMENTO em termos de uma escolha. Ao longo da análise apontamos possíveis motivações para esta diferença e, em nossa conclusão, sugerimos que na retórica neopentecostal a incorporação do contexto sociopolítico ao discurso produz efeitos na construção de estratégias argumentativas direcionadas à adesão às práticas financeiras, como os dízimos e as ofertas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Erik Fernando Miletta Martins, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Rio Grande do Norte

Docente na área de Linguística do departamento de letras da UFRN. Atua na área de Linguística Textual. Tem interesse sobre os seguintes temas: Referenciação, categorização, metáfora, sociocognição, Igrejas Pentecostais,

Marcela Costa De Souza, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Rio Grande do Norte

Graduanda do curso de Letras Língua Portuguesa na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, há dois anos desempenha o papel de bolsista não remunerada de Iniciação Científica, sob a orientação do professor doutor Erik Fernando Miletta Martins. Realiza pesquisas na área de Linguística Textual seguindo a abordagem Sociocognitiva para investigar quais as estratégias de argumentação utilizadas na retórica de algumas igrejas neopentecostais brasileiras de grande renome, como a Igreja Universal do Reino de Deus e a Igreja Internacional da Graça de Deus.

Downloads

Publicado

2020-05-08

Como Citar

Miletta Martins, E. F., & Costa De Souza, M. (2020). Metáfora, Contexto e Incorporação na Retórica Neopentecostal. Revista Da Anpoll, 51(1), 21–31. https://doi.org/10.18309/anp.v51i1.1371

Edição

Seção

Estudos Linguísticos (2020)