DO PASTICHE SOBRE SI: ESTILO E ANTROPOMORFISMO NO “NAUSICA”, DE ULYSSES

Fabio Akcelrud Durão, Tauan Fernandes Tinti

Resumo


Este trabalho parte da ideia apresentada por Kenner de que o Ulysses de Joyce é constituído por duas vozes narrativas que cumprem funções divesas em sua estrutura. A partir da verificação de certas inconsistências na caracterização da protagonista de “Nausicaa”, é defendida então a hipótese de que o episódio seria um caso limite da violência paródica de Ulysses, onde o romance se volta contra sua própria dinâmica básica de funcionamento, trazendo consequências variadas para seus processos de constituição de sentido.

Palavras-chave


Ulysses. “Nausicaa”. Hugh Kenner. Arranjador. Identificação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18309/anp.v1i36.696

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.